Vida E Deus

por em:

A vida engana a morte e a morte trai a vida. Talvez nós não estejamos nem vivos nem mortos, e como algum filósofo filho da puta já deve ter dito, quem sabe somos apenas algum cérebro aprisionado em um cilindro cheio de líquido viscoso. Ali dentro queremos algo de marca, algum hamburger que nada se parece com as fotos das propagandas ou ou desejamos dar uma foda que sabemos que nada significará, mas nos orgulhamos de ter fodido, tudo ali dentro do líquido viscoso.

Ou quem sabe estamos vivos e temos uma alma. E um deus belo e perfeito nos criou a sua imagem e semelhança. Cai na real você que lê e eu que escrevo não passamos de um punhado de lixo orgânico, uma poeira cósmica que pensa que pensa. Se mata! É o melhor que fazes. Ou vives. Ou ama ou odeia. Pouco importa, por mais que faças ou deixe de fazer o seu e o meu destino é ser e um dia deixar de ser.

Deus? Que força é essa? Há os que dizem que o sentem em seu intimo. Será que o sentem mesmo? Por que não o sinto? Terei eu dado uma esmola a menos? Fumado um cigarro a mais? Feito algo errado? Mas como? Se sou a sua imagem? Será ele como dizem? Teria ele um pênis como o meu? E barba? E se você morrer, chegar ao céu, e descobrir que deus tem um pinto menor que o seu? O que faria? O que diria?

Leia+  Float, Renderizando A altura Correta Do DIV

Por que existe o mal? As crianças na somaria passando fome. As guerras santas na terra sagrada. Meu padastro que pegou frutas estragadas na feira e sebo no açougue quando criança. A indústria do petróleo. A indústria da guerra. A guerra capitalista que visa unicamente o lucro. As desavenças em familia. A luta pela sobrevivência no mundo animal. O meu ursinho Tails que há 10 anos, desde que o tenho, não é lavado. Por que tudo isso existe? Será Deus em toda sua onipresença é incapaz de combater o mal?

O amor. Amor leva a medo da perda. Medo da perda leva a ódio. Ódio a vingança leva. Como algo tão belo pode gerar algo tão nefasto? Podemos nós reles grãos cósmicos, um nada no universo existente, ser capazes de distinguir o certo do errado? Serão esses conceitos válidos? Muitas perguntas e nenhuma resposta em meu texto caro leitor. Mas por hora digo que, seja la do que somos feitos, não somos nada além disso, de um monte de incerteza ou de certezas falsas

  • Facebbok
  • Twitter
  • Google +
  • Comentários
  • Total

! 1 comentário até o momento

Escreva O Seu Comentário!

Ficou com alguma dúvida?
Tem uma crítica construitiva ou uma sugestão maneira?
Escreva ai embaixo, mas não maltrate o português, por favor!

  1. Reking comentou: responder

    Ainda acho que cada um passa por aquilo que merece,fazer o que é a cabeça de cada um,cada coisa que já me ocorreu de ruim acho que mereci,isso é meio complicado.