Bug: Origem Da Expressão Na Área De Informática

por em: , , , ,

Um inseto andando no teclado do PC - bug!

Se há algo com o qual os usuários de computadores ou programadores de sistemas não gostariam de se deparar é um “bug”. Esse termo serve de desígnio para um erro ou impossibilidade de continuar uma ação em uma linguagem de programação. Como podemos ver, trata-se de algo com o qual os desenvolvedores precisam lidar constantemente, mas nós, usuários, também enfrentamos com certa frequência.

A palavra “bug”, em inglês, significa inseto e já é tão utilizadas que muitas pessoas nem se perguntam por que a empregam no dia a dia. Na realidade, duas origens podem ser dadas a esse termo amplamente popular na informática e muitos outros campos de conhecimento.

O ENIAC, considerado o primeiro grande computador, foi um dos responsáveis por popularizar a palavra “bug”. Desenvolvido na época da Segunda Guerra Mundial, essa máquina era gigantesca e composta por milhares de resistores e válvulas.

Um bug em uma placa de computador.

Quando esses componentes queimavam e causavam o mau funcionamento do computador, vários insetos se acumulavam no local da ocorrência, levando muitos a creditarem aos insetos a causa do problema.

Thomas Edison, o segundo culpado pelo uso da palavra “bug”

Dizem que o inglês Thomas Alva Edison, gênio inglês responsável por inúmeras criações utilizadas pela humanidade até hoje (como a lâmpada incandescente), também foi um dos responsáveis por popularizar a palavra “bug”.

Bug no teclado do computador!

Criador do fonógrafo, o empresário também enfrentava problemas com os insetos em sua invenção. Esses pequenos animais também causavam o mau funcionamento do equipamento, motivo pelo qual associou-se a falha em alguns dispositivos à presença de insetos.

  • Facebbok
  • Twitter
  • Google +
  • Comentários
  • Total

! Seja o primeiro a comentar!

Escreva O Seu Comentário!

Ficou com alguma dúvida?
Tem uma crítica construitiva ou uma sugestão maneira?
Escreva ai embaixo, mas não maltrate o português, por favor!