A História Dos Jogos Eletrônicos – Parte 1: As Origens

por em: , , , ,

1

Os jogos eletrônicos possuem menos de um século de existência, sendo portanto uma criação recente da humanidade, que só foi possível com o exaustivo desenvolvimento das tecnologias computacionais. Iniciaremos aqui uma série de posts com o objetivo de mostrar um pouco da história do desenvolvimento dessa tecnologia que nos trás tanta felicidade e que nunca parou de se aperfeiçoar.

Em 1952 na Inglaterra, mais especificamente na Universidade de Cambridge, A. S. Douglas desenvolveu uma tese de doutorado sobre a relação homem-computador.  Para ilustrar seus estudos ele produziu o jogo OXO, que na verdade era o clássico “jogo da velha” rodando em um computador EDSAC (Electronic Delay Storage Automatic Calculator) e sendo visualizado por tubos catódicos similares com o de uma televisão comum dá década de 90. Esse é o primeiro esboço documentado de um jogo eletrônico que se tem notícia na história.

Como Nasceram Os Primeiros Jogos Eletrônicos

Seis anos depois, um físico viciado em pinball chamado William Higinbotham usava o osciloscópio do laboratório nacional nuclear no qual trabalhava como painel para visualizar um jogo de PONG que era executado em um computador analógico. O propósito do jogo para Higinbotham era entreter os visitantes do laboratório, que se tornaram numerosos durante a guerra fria. Por nunca ter pensado a sua criação em termos de mercado, ele nem mesmo chegou a patenteá-la.

Leia+  A História Dos Jogos Eletrônicos - Parte 2: Nascimento

Não havia nenhuma intenção comercial nos projetos desses esboços iniciais de jogos, a principal questão de interesse desses cientistas era criar algum tipo de entretenimento direto e independente, que divertisse e fosse interessante o bastante para atrair a atenção das pessoas comuns para o uso das máquinas, ainda não muito comuns no cotidiano. Em certo sentido podemos dizer que os jogos passariam a ser parte da estratégia de tornar familiares os computadores e outras máquinas da época.

2

No formato que conhecemos atualmente, o primeiro jogo que surgiu foi Spacewar! em 1961. Criação de três estudantes da MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) que queriam demonstrar as potencialidades interativas do computador, são eles: Stephen “Slug” Russel, Wayne Witanen e Martin Graetz. Russel era fã de ficção cientifica e desejava transpor a literatura para uma nova mídia, disso surgiu “Spacewar!” um jogo de batalha espacial baseado nas obras de E.E. “Doc” Smith.

Na segunda versão do jogo, finalizada em 1962, “Spacewar!” era diferente de tudo que tinha sido feito antes: possuía leis da física aplicadas nas ações das naves, tinha um cenário interno, era o primeiro jogo com algum conteúdo (uma história resumida de guerras espaciais, muito em voga na época por causa da corrida armamentista) e havia uma tecla para viajar no hiper-espaço, ou seja, quando o jogador estivesse em fuga e acionasse o botão do hiper-espaço a nave modificaria randomicamente de lugar. Também não podemos esquecer o desenvolvimento de botões e controles específicos que foram de suma importância para o desenvolvimento posterior dos jogos eletrônicos.

Leia+  A História Dos Jogos Eletrônicos - Parte 3: A Queda

O sucesso do jogo foi tanto, que todo computador DEC PDP-1 novo, era testado e distribuído com os códigos de “Spacewar!” já que todos os programas feitos pelos alunos da MIT eram de domínio público, podendo ser usado por todos sem restrição.

  • Facebbok
  • Twitter
  • Google +
  • Comentários
  • Total

! Seja o primeiro a comentar!

Escreva O Seu Comentário!

Ficou com alguma dúvida?
Tem uma crítica construitiva ou uma sugestão maneira?
Escreva ai embaixo, mas não maltrate o português, por favor!